Skip to content

Latrinas Gastronômicas de Almeirim, terra da Banda Calypso

abril 8, 2009

O Banheiro dessa semana, foi encontrado em Almeirim, terra de Joelma, a vocalista da Banda Calypso. Antes de irmos às vias de fato, vejamos algumas informações sobre a cidade: Almeirim é a 2ª maior produtora de leite de búfala do Brasil; a região também possui extração de madeira de eucalipto. A cidade de Almeirim também foi berço da Calypso Vest, loja de roupas com a marca da banda de Joelma.

Stop Lanches

Depois de andar por uma estrada difícil, chegamos a um restaurante na beira da estrada chamado Stop Lanches, imediatamente procuramos o banheiro do local.

O banheiro é… bem, veja por conta própria.

Buraco-latrina na Cabine Masculina

Cagável? Na hora do aperto desce fácil, mas como é que limpa?

Mijável? Feche a porta para ter mais privacidade e fique tranquilo(a).

Acessibilidade: Tem um masculino, um femenino e uma rampa legal!

Ficha-técnica: O banheiro femenino tem um vaso sanitário pelo menos, no masculino é só esse buraco aí em cima.

Comentários: O banheiro é para gente corajosa, mas dou destaque para o ilustre personagem abaixo flagrado fazendo saliências com as mãos. Espero que o malandro não faça igual ao mendigo paulista.

Latrinas Culturais

março 29, 2009

Uma das leitoras do blog enviou-nos fotos de um dos mais respeitáveis teatros do estado, o Teatro Maria Sylvia Nunes, localizado na Estação das Docas.

Cagável? Não dá pra ficar muito à vontade: muito apertadinho pra quem já tá apertado…

Mijável? Ao menos isso…

Acessibilidade: Nenhuma.

Ficha-técnica: não parei pra observar. Conseguem ver alguma?

Comentários: Será que esse banheiro dá conta de um evento realmente grande? Que atenda a todo o público do teatro?

Latrinas Salutares

março 18, 2009

Primeiramente, obrigados a todos os que leram, comentaram e apoiaram nossa iniciativa. É por causa de vocês que este Blog continua e seguiremos clicando os banheiros de nosso estado. O banheiro da vez é do Hospital Adventista de Belém.

Para ser mais específico, o banheiro do prédio onde ficam os consultórios médicos. Não visitamos os banheiros dos quartos individuais. O banheiro feminino estava ocupado no momento da visita…

Banheiro Masculino do setor de Consultórios do HAB

O banheiro exalava um cheiro bom e estava bem arrumado. Mas algumas ressalvas merecem ser feitas que são visíveis nas fotos abaixo:

Cagável? Os pacientes com problemas intestinais podem ficar à vontade aqui. Limpinho e cheiroso. Mas cuidado que uma das cabines não tem tampa no vaso.

Mijável? O banheiro não possui mictórios. Mas as cabines bem higienizadas são convidativas para o ato.

Acessibilidade: Há barras de apoio em uma cabine bastante espaçosa para cadeirantes.

Ficha-técnica: 02 pias, 03 cabines sendo 01 para pessoas com dificuldades locomotoras, 01 cesto de lixo em cada cabine e 01 ao lado das pias.

Comentários: O banheiro do HAB está de parabéns pela iniciativa de ter uma lixeira grande em cada cabine e ao lado das pias. O espaço amplo e fácil de circular, mesmo para pessoas com problemas de locomoção é outro ponto positivo. Porém o Hospital precisa cuidar da tampa de vaso quebrada na 2ª cabine e também da tampa da descarga que está faltando justo na cabine adaptada para cadeirantes.

Latrinas em Nível Superior

março 14, 2009

revisado por Luciano Santa Brígida

Inspirados no blog Banheiros Públicos, decidimos analisar os toaletes paraense. Esta é nossa postagem de estréia.

Excretando pelo desenvolvimento da Amazônia poderia ser o slogan deste banheiro de estréia do blog. A escolha é uma forma de homenagear a instituição de ensino superior que concederá a mim e ao Luciano o grau de Comunicólogos habilitados em Jornalismo. Agora deixemos o trololó de lado e vamos direto ao assunto.

Banheiro Masculino do 1º andar da Unama BR

Todos sabemos que em qualquer ambiente público, o banheiro que sofre mais é o mais próximo da entrada de pessoas. E na Unama BR, a situação não é diferente. Se a Internet pudesse transmitir odores, vocês não estariam nesse blog, porém, as imagens assépticas não refletem a verdadeira realidade sanitária de nosso colégio verde.

Cagável? Na medida do possível, sim. Apenas o odor incomoda. Papel higiênico abunda.

Mijável? Com certa tranquilidade e privacidade. O mictório possui divisórias, então o risco de objetos cilindricos desagradáveis no campo de visão periférica é quase nulo.

Acessibilidade: Há um sanitário para deficientes fisicos e um mictório mais baixo para crianças e/ou anões.

Ficha-técnica: 04 cabines (1 para deficientes, com chuveiro), 05 mictórios (uma para criança/anão) e 05 pias.

Comentários: O banheiro é espaçoso, porém o mal-cheiro infesta o ar no turno da noite. A equipe de limpeza poderia ter maior zelo pelo lugar.